Não pode se deslocar a nenhum escritório?
Encontre um advogado online

Pente fino do INSS: perdi meu auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, e agora?

O INSS vem realizando uma operação de pente fino nos benefícios concedidos por incapacidade desde setembro de 2016, o que vem ocasionando inúmeros cancelamentos de benefícios dos segurados.

10 abr 2018 Trabalho e INSS - Leitura: min.

Fui convocado pelo INSS o que fazer?

Caso você recebe auxílio doença ou aposentadoria por invalidez e foi convocado para o pente fino do INSS você precisa se preparar.

Vá a seu médico particular, e requeira o atestado médico de incapacidade indicando o CID da doença;

Requeira exames atualizados que indiquem a permanência da incapacidade;

Requeira ainda laudo detalhado da evolução da doença.

Munido dessa documentação compareça devidamente na data e local agendado para perícia no INSS.

Meu Benefício foi cancelado e agora?

Antes de mais nada o segurado deve estar ciente que se a condição de incapacidade, que deu origem ao auxilio doença ou a aposentadoria por invalidez cessou e a capacidade laborativa foi restabelecida, seu benefício muito provavelmente será cancelado.

Contudo se o segurado ainda permanecer inapto ao trabalho, tendo inclusive laudo de seu médico particular que reforce sua situação de inaptidão e mesmo assim se seu benefício foi cancelado após a perícia ele tem algumas opções para restabelecer, seja o auxílio doença ou aposentadoria por invalidez e também algumas providências a tomar.

Auxílio doença e aposentadoria por invalidez

Ao realizar a perícia o segurado receberá a carta com o indeferimento, negativa, de seu benefício com um prazo de 30 dias para apresentar recurso administrativo a partir disso ele terá as seguintes opções:

Apresentar em 30 dias recurso administrativo juntando todos os laudos e exames médicos obtidos que comprovem a incapacidade laborativa;

Ou Ingressar com ação judicial;

Deverá se apresentar obrigatoriamente ao empregador, para que não configure abandono de emprego. Será requerido exame periódico de retorno.

Caso seja trabalhador autônomo imprescindível retornar o pagamento do INSS mensal.

Uma boa notícia é que o tempo em que recebeu auxílio doença e aposentadoria por invalidez conta como tempo de contribuição podendo assim somar-se ao tempo de serviço para avaliar a possibilidade de aposentadoria permanente.

Assim tendo seu benefício negado imediatamente busque as providências cabíveis para que restabeleça o pagamento do benéfico, buscando um advogado previdenciário se for o caso de sua confiança.

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em mundoadvogados.com.br/proteccion_datos

Comentários (3)

  • Sueli Ruiz

    Muito boa a explicação Mas mesmo com o atestado médico de incapacidade indicando o CID da doença e após a carta com o indeferimento, negativa, do meu benefício, apresentei o recurso e como já era previsto não adiantou nada, foi indeferido novamente.

  • Fabíola Leite

    Boa tarde, minha irmã é portadora de câncer de mama e teve sequelas da quimioterapia, como uma neuropatologia nos membros inferiores e superiores. Ela ficou afastada recebendo auxilio-doença do INSS desde Maio/2017 e soube ontem que seu benefício foi cancelado. Ela não possui nenhuma condição de retorno ao trabalho, pois não consegue ficar muito tempo na mesma posição, então vem a dúvida : o que fazer primeiro, recorrer da decisão do auxílio-benefício (ela tem 30 dias) ou dar entrada na Aposentadoria por Invalidez ?

  • marco maia

    Fiz uma pericia medica aqui em vitória es , o laudo do meu psiquiatra diz que estou incapacitado para o trabalho , o safado do medico do perito nem olhou para minha cara e mandou eu aguardar a resposta liguei a noite ele falou que estou apto para trabalhar ,não consigo ficar nem em pé esses peritos não são médicos ou estagiários ,preciso resolver minha situação ,já joguei o inss na justiça de novo ,como um médico diz que você ta inapito para trabalhar e o perito diz que ta abito não entendo essa loucura de vocês

  • Você não pode deixar de ler...